domingo, 18 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Se é que existe uma realidade, ela é no mínimo a transparência de cada um perante o todo.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Veronika decide morrer

"O desejo se contrapõe ao medo. Hoje, muita gente substitui quase todas suas emoções pelo medo. Quando todos têm sonhos, mas só alguns os realizam, isso torna o resto de nós covardes."

sábado, 15 de outubro de 2011

Para a ignorância da humanidade, mostro-lhes a minha indiferença.

(Pensamento que veio à mente em uma manhã muito ensolarada durante uma caminhada na Praia da Costa -ES)

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Ame à mim



Vocês estão dando tiro no lugar errado. Estão perdendo o foco e me afastando de vocês. O que era amor muitas vezes vem se transformando em rancor. E talvez, quando vocês perceberem que amar demais foi um erro, eu já terei partido à procura de alguém que me ame do jeito que eu sou.

Metaformose



Quando você perceber que mudou, esqueça, você não mudou. Apesar da mudança ser voluntária ela não transforma você, ela te transforma em você.

sábado, 24 de setembro de 2011

Meu mal, meu bem !



Sinceramente: eu sempre juntos minhas forças e peço à mim mesmo para que o tempo se encarregue das coisas mais lindas da minha vida. Mas não adianta, quando elas chegam fico frenético, sinto o cheio da adrenalina no ar e todas as minhas energias se revitalizam dentro de mim.
O meu mal, por muitas vezes, foi mostrar demais o meu querer bem e não saber guardar o quanto maior eu posso ser. Mas não se engane, meu bem, pois dentro de mim existem várias surpresas que nem o tempo terá hora para mostrar, nem a terra terá lugar para te apresentar, mas me acompanhe se você quiser mer ter.

domingo, 18 de setembro de 2011

sábado, 10 de setembro de 2011

O ato: abraçar


Te abraço, porque não quero fazer disso só um faz de conta, será o abraço mais sincero e mais puro que você poderá sentir de mim. Te abraçarei bem forte, porque mesmo com as asas quebradas, irei te proteger de todo mal que te cerca e alçarei vôo te levando para bem longe de todo sentimento ruim. Te guardarei dentro do meu coração, para sentir de perto tudo que tenho de mais lindo para te oferecer e te fazer feliz. Te abraçarei, e o mundo não vai parar, porque irei segurar suas mãos e deixaremos JUNTOS o tempo levar seu passado, suas mágoas e construiremos JUNTOS um novo tempo, TODO NOSSO. Te abraçarei, e você verá que nunca mais precisará se proteger de você mesmo, pois perceberá que você se curou e se permitiu deixar fluir todo o amor que há dentro de si. Te abraçarei, e te protegerei da tempestade até a chegada do verão, quando o sol raiar, e nós estaremos JUNTOS sorrindo, vendo que tudo passou e NÓS estavamos ali JUNTOS enfrentando o medo da tempestade. O mais importante, nós enfrentamos JUNTOS. Te abraçarei, e não só liberarei a minha felicidade, como irei deixar transbordar a minha paixão que está aqui dentro direto para você, como uma conexão nossa. Jogue o relógio para o alto, venha e me dê a mão, pois o tempo não parou e não vai parar nunca, e enquanto ele faz tic tac nós vamos construir a nossa felicidade daqui para frente JUNTOS, sorrindo, chorando, conversando e, olhando para trás, veremos como crescemos JUNTOS, como nos tornamos UM em DOIS corpos apaixonados. Te abraço.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Herança fotográfica


Eu me recordo perfeitamente do momento que peguei a máquina fotográfica e mirei aquele rostinho miúdo. De longe a avistava deitada, com sua roupinha cheia de mimos e as bochechas rosadas. Ela parecia estar confortável naquela posição e, enquanto todos almoçavam, eu fiquei a admirar aquele ser que hoje é um capítulo da minha vida.

Já se passaram três meses que a vi pela última vez e, por causa da distância, minha pequena fica guardada nas lembranças de uma fotografia. Às vezes me pego distraído, admirando-a pela imagem guardada no meu celular e sorrio. Tento desvendar o mistério de como um ser tão pequeno conseguiu se tornar um dos meus maiores motivos de felicidade.

Sem tirar nem pôr analiso cada detalhe do pequeno ser, e percebo os traços que a tal carrega como herança de sua família. Talvez eu quisesse ter vivido mais aquele momento em que parei para encontrar o melhor ângulo e tentaria percebê-la mais ainda. Poderiam ter acontecido diversas possibilidades para que eu pudesse vivenciá-la, mas decidi registrar aquele instante.

‘’O que será que ficou na fotografia? ’’Essa é uma pergunta que eu me faço nesse momento, quando penso o que já se passou e percebo que só me restaram os sentimentos. Lembrar de minha sobrinha e relatar a saudade é uma dor que vai me acompanhar ao longo de minha vida. Não é possessividade, mas sim querer estar lado a lado e vivenciar os primeiros passos.

Lembro-me que logo após apertar o clique da maquina fotográfica ela despertou do seu longo sono matutino, abriu os olhos vagarosamente em minha direção e me encarou. Fixo meus olhos nos dela e ambos abrimos um sorrisão. Talvez esse tivesse sido o momento ideal para tê-la fotografado, mas não, eu preferi aproveitar aquele momento.

Olhando a fotografia analiso quando os seus olhinhos ainda estavam fechados, deitada confortavelmente, transmitindo uma paz inigualável. Aquele momento coadunava uma mensagem que não precisou de palavras para mim, pois me permiti somente sentir.

Momento

Por que fotografá-la dormindo? Talvez devesse realmente ter tirado uma foto dela balançando os braços, sorrindo ou até mesmo chorando, pelo menos estaria exprimindo necessariamente algum sentimento. Agora não tem mais jeito, aquele momento em que capturei minha pequena sobrinha no seu momento de relaxamento está materializado em um pedaço de papel, como um modelo de benevolência.

Neste exato momento em que escrevo recordo da minha pequena sobrinha com reminiscência, mas isso não significa que a esqueci. Seus movimentos e barulhinhos como se quisessem dizer algo remetem à minha imaginação como uma miragem. Mas quando olho a fotografia sinto o conforto de tê-la guardado naquela imagem, como um momento de catarse.

Guardo na foto não somente uma herança, mas também detalhes de sentimentos transportados a partir do meu olhar. Registrei naquela fotografia um momento que não poderei trazer de volta, mas vivi naquele instante. Conservo naquela imagem o amor por Emanuela. Que o tempo não poderá apagar, máquina alguma conseguirá arquivar e que o retrato poderá eternizar dentro do meu álbum de fotos.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Anjo


Voa, meu anjo. Voa enquanto o tempo não coloca os teus pés no chão. Sorria, minha pequena. Sorria antes que as malícias do mundo te mostre as lágrimas. Viva, minha princesa. Viva e aproveite a sua inocência enquanto ela permeia todo seu ser. Porque dos mais belos sentimentos que já senti, dos mais doces momentos que já vivi e das mais sensíveis sensações que já me rodearam, a infância é a nossa única pureza que existe em nossa vida.

Minha primeira página




Passaram-se 2 horas que estava deitado. Com as mãos enterradas na areia sentia a energia da natureza. Olhava para o céu e avistava levemente Deus movendo as nuvens. O sol brilhava cada vez mais intenso, como se estivesse sorrindo para mim. O barulho do mar soava em meus ouvidos como uma sinfonia guiada pelos seus movimentos. A cada minuto sentia o passado, os pecados e a vida passarem. Me permitir deixa-los ir, como muitas coisas que deixei para trás. Agora sinto-me renovado, pronto para viver tudo mais uma vez. Quero que minhas páginas em branco contem novas histórias, tragam mais sorrisos, lágrimas, amigos, amor e muita vida.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Voa tempo

O passar do dias e as experiências dos momentos constroem quem sou. A chegada da hora e a velocidade dos acontecimentos mudam os movimentos friamente calculados. Hoje estou feliz. Hoje estou triste. Hoje eu aprendi. Hoje me arrependi. Hoje eu vivi. Hoje deixei as horas passarem. Mas sempre estarei apto às transformações da vida, pois no dia em que você disser que é perfeito e não precisar mudar, é porque você morreu.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Conselho para meu bom amigo:

Vamos brincar, amigo? Primeiro coloque uma venda em seus olhos, deixe que tudo apague em sua mente e sinta seu coração batendo. Sentiu? Pois então, é assim que começamos a nos apaixonar, a namorar, noivamos, casamos e tudo mais. Para amar você tem que se permitir ser amado, deixar o coração bater, sentir a vontade de ligar e não temer, pois ele é tão bonito que não tem porque correr. O amor é um sentimento que você não escolhe, ele surge, mas você tem que estar aberto para sentir ele em seu peito, sem muitas escolhas e critérios, pois são nessas surpresas da vida que pessoas especiais se escondem. Sim, já perguntei para especialistas: o amor é cego, e se você quer tanto enxerga-lo é porque não está liberando a catraca do coração, hein? Espero que tenha gostado da brincadeira e traga isto para sua vida, pois, como diz Cassia Eller, bobeira é não viver a realidade.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Do verbo ''deixa a vida me levar''

Vem cá meu bem, me mostra teu segredo, me dá um beijo, pois estou louco para me apaixonar.
Vem cá e não tenha medo, pois há tanto tempo espero por este momento, de mais uma vez te encontrar.
Vem cá meu bem, sorria por saber que alguém neste imenso mundo te deseja tanto bem e te quer por perto. Porque dentre tantos caminhos que poderia seguir você é minha ''chegada''.
Orgulhe-se, aliás, você hoje faz parte dos meus planos e se os nossos caminhos se encontraram não foi porque eu ou você decidimos, mas foi o tempo que nos mostrou o quanto precisamos nos amar.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Do verbo saudade

Menina, não olhe para mim com estes olhos miúdos e puxados pois, se for assim, eu não irei.
Garotinha, não sorria baixinho quando eu virar as costas pois, se for assim, eu não irei.
Pequena, não chore quando se sentir sozinha pois, se for assim, eu não irei.
Amorzinho, não me abrace forte sempre que eu tiver que parti a cada visita pois, se for assim , eu não irei.
Espero que entenda: eu irei, mas nunca te deixarei, pois meus dias mudaram desde que te vi. Quando acordo e me olho no espelho vejo os olhos que tão distantes estão de mim. Nos passos que dou pelas ruas escuto risadinhas atrás de mim de crianças que nunca vi. E quando o vento bate forte em mim sinto o abraço apertado pedindo para ficar.
Pena que eu irei, mas quando eu voltar esteja pronta para mim, pois eu sempre estarei pronto para te amar, minha pequena.

To be or Not to be, do verbo existir...

De longe eu tenho os certos e os incertos, as respostas e as perguntas, o amor e a solidão. Bem distante está o tempo que me traz o desejo de abraçar e sentir o cheirinho da paixão. Apesar do medo que tenho do passar das horas sei que segurar não é necessário porque, assim como a brisa, o sentimento existe.

domingo, 17 de abril de 2011

Resposta

Me perco no tempo quando o vento me traz alguns pensamentos que de longe não me deixam em paz. E as noites corridas, encaminhadas pelas madrugadas acordado curtindo o embalo, marcaram tempos que não poderei voltar para reviver. Mas sabe-se lá se poderei sentir mais uma vez cada instante que nós passamos. Porque no fundo eu sei que, apesar das lindas palavras, não tenho certeza do que esta por vir. Por isso me perco no tempo quando o vento me traz alguns pensamentos que de longe não me deixam em paz.

Questão

Eu gostaria de esquecer que existe algo tão bom, mas que está tão distante de mim. É difícil me perder no tempo e deixar que a vida me guie estando preso à pensamentos e sentimentos que movem meus dias e direcionam meus olhares. Não estou dizendo que seguir em frente está sendo impossível, mas com você ao meu lado seria muito mais fácil...

sexta-feira, 11 de março de 2011

Emanuela






Minha princesa Emanuela chegou hoje de manhã cedo! Bem-vinda meu amor, que Deus te ilumine, te guarde, pois este é o começo de uma longa jornada. Te desejo muitas felicidades e seu Tio Sam estará sempre contigo. Apesar da distância, nada nos manterá afastados, pois você está guardada em um lugar MUITO especial e estará sempre presente em meus pensamentos, no meu dia-a-dia. Te amo muito, Manu ! :)

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Para ser sincero...



este silencio, a diplomacia sempre me incomodaram. Eu gosto das palavras, do sentimento e deixar que o tempo se encarregue do que tem que acontecer. Não consigo enganar e desviar meus pensamentos, me desculpa, mas dar vazão ao meu coração sempre o meu forte. Prefiro não engolir as letras, nem a dor e o amor, pois quando perco estas oportunidades de me declarar é como se fosse um dia a mais sem viver.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Tá na hora



Chega um momento em que temos que amadurecer pensamentos, sentimentos, até mesmo os arrependimentos, pois o tempo vai passando e as lembranças começam a transbordar. Que pena. Chega um momento que temos que dar um basta. Que dor.

Partiu

Parti. Voltei para onde, talvez, eu nunca deveria ter saido. Partido. No caminho ficaram os pedaços de nossas histórias. Partiu. A dor eu levo comigo dentro da bagagem, do coração, das lembranças. Parti. Mas quero que saibas de uma coisa: só preciso que me olhes novamente, pegarei minhas malas e voltarei para tu, para nunca mais partir.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Melody

E quando a noite calar eu vou deixar soar a voz do Sinatra e abrirei um vinho. Olharei para ti, brindaremos ao amor e sonharemos abraçados ao ritmo do coração. No compasso da melodia terei comigo o seu cheiro, seu toque, sua presença. A cada passo eu terei certeza que o tempo foi feito para nós e saberei o tanto que a vida nos queria por perto.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

O tempo, o vento e a alma



Se neste momento seu coração aperta e eleva a alma para uma plataforma que você jamais esteve: espere, respire. Vai passar. Aliás tudo passa.
Na verdade, uma hora ou outra tudo que você viveu não vai mais existir.O problema são as dores, as cores, as emoções que ficaram e marcaram as lembranças do momento. Mas para isso vem o tempo, o vento, e de um jeito a vida vai mostrar o quanto crescemos, amadurecemos, pois tudo acontece porque vivemos, nos apaixonamos, choramos, sorrimos e passamos por lugares, pelas pessoas, pelos objetos que são atores coadjuvantes de nossa vida ou, quando menos esperamos, são mocinhos/mocinhas da nossa cena.
Se neste momento seu coração aperta e eleva a alma para uma plataforma que você jamais esteve: espere, respire. E se alegre, pois você está simplesmente vivo.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Paralelos



Naquela noite eu olhava para tudo, mas o nada estava ao meu redor; olhei para todos, mas não enchergava as pessoas. A música ecoava em meus ouvidos como um grito dentro de uma gruta abandonada. O suor entre as quatro paredes me tomavam por inteiro no meio da multidão em sincronia com as cores e os movimentos. Olhava para o teto rústico e enxergava o infinito. Esta deveria ser uma noite daquelas que começam e terminam naquele momento. Deveria, mas não foi.
Diante do nada e do ninguém existia uma tração que me puxava para uma determinada direção. A música, o suor, os movimentos se perderam entre as quatro paredes. Parei no tempo, olhei o caminho aberto diante de mim e segui. A cada passo era uma batida dentro do peito, de um jeito diferente e inerente. Minhas pegadas eram pesadas e avassaladoras e o olhar seguia para um determinado ponto feito bússola. Em questão de segundos avistei o relance do seu olhar. Pensei que você era alguém que conhecia há tempos, mas não era.
O olhar miúdo era encantador e completava o rabisco dos lábios. O nariz afilado parecia ter sido esculpido como uma obra de arte. Sua pele branca e delicada se perdia entre as cores e o calor daquele lugar. E quando menos esperei estava diante de ti. Daí por diante nossos rostos se encontram na velocidade do ritmo, a música se misturava com nossos dizeres e risos, as pessoas nos empurram mesmo suadas. Mas para mim nada acontecia além de ti. Pois eu precisava esquecer o mundo lá fora para lembrar daquele que existe dentro de mim e que necessita ser feliz.

Para nós...

''O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre. Em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado''.

Shakespeare

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

E eu te digo que...

um amor de verão você nunca será, pois as estações irão passar, mas você permanecerá eternizado em minhas lembranças.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Meus dias

"E a coisa mais divina que há no mundo é viver cada segundo como nunca mais..."

Vinícius de Morais

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Fantasmas



E olha, que ao certo eu não te vejo, mas posso te sentir por perto imaginando que este ou aquele seria o momento que mais precisaria de ti. Porque a sua ausência torna-se presente ao meu lado e me traz recordações.
Se eu disser que jamais te esquecerei estaria mentindo, mas não te desejo mais como um dia tanto te quis. Porque minhas palavras parecem terem sido em vão e os nossos momentos foram guardados e trancados a sete chaves. E hoje você vive o começo com um outro alguém, e eu dou fim à nossa história sozinho.
Jamais direi que fui traido ou trocado, pois deste mal eu não sofri, mas muito pior: você fingiu esquecer que um dia nós eramos um e tínhamos planos. Que bobo. Que pena. Mas tudo is over , e nem uma amizade você conseguiu restar. Que bobo. Que pena.

SMS 02

Mensagem A: A vida é a melhor parte da vida. Te adoro !




.

SMS 01

Mensagem A: Hoje eu estou com muita saudade...ta bem dolorido. Queria chegar em casa e ter alguém para colocar a dormir no peito e fazer carinho. Faz parte. Beijo

Mensagem B: Não fique assim. Sabe, o tempo parece curto perto das horas que desejamos ter de felicidade. Infelizmente nem tudo é para sempre, mas graças a Deus temos um coração que se alimenta dos melhores momentos de nossa vida, dos nossos melhores amores, dos sorrisos mais bobos e das conversas contando casos, e assim tudo se eterniza em nossa vida. Aproveite cada segundo que te cerca para ser feliz. Beijão enorme, fica bem, te vejo mais tarde...

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

De Tão Tão Distante








(não) Era uma vez, (mas sim duas), em que encontro uma distância inacabável, em um momento brilhante e durante o calor do verão. Pois por todos os sentimentos mais calorosos que já vivi, o calor da estação consegue fazer com que tudo exploda dentro de mim e faz com que eu perca o controle dos sentidos.

Na Terra Tão Tão Distante eu fui bem capaz de conhecer uma pessoa e nos entreolhares descobri a pureza do sentimento em meu coração. Como posso me deixar levar pela emoção como corre a água pelo rio? É simples, pois da forma que a represa nunca vai parar, o nosso coração sempre estará a bater. Mas há quem diga que o homem tudo pode, mas eu não digo. Eu não quero. Pois o sentimento é bom, é saudável, faz bem para pele, e o melhor: é só amor.

Sentimento burguês



Se eu te disser que o dinheiro não me traz felicidade, por pura vaidade, eu estaria mentindo. Se eu disser também que a vida quando me cerca por bairros luxuosos e roupas de grifes não me trazem sorrisos e me colocam em outro estágio de vida, seria hipocrisia. Mas a verdade é que o tudo me faz falta quando mais preciso. As coisas passam por mim como a brisa, o dinheiro paga e não me deixa dívidas. Mas a vida me retoma para um estado de solidão quando penso em tudo e em todos. E eu mentiria para você se dissesse que o amor não me faz falta. Porque quando paro no parque e olho que ao meu redor tudo está em plena normalidade, sinto que existe uma força em falta dentro de mim. E o amor, que há tanto tempo me diz o que é belo, não aparece como um sorvete no verão, mas como um sopro no inverno. O amor, que até então só me ensinou como escrever palavras belas, ainda não me trouxe alguém para sentir, soltar gargalhadas eternas, despertar luxo da vaidade e as bobagens de um sentimento sem limites.