domingo, 17 de maio de 2009

Passarinho


Eu vi.
Eu vi o passarinho voar.
Eu vi e o ouvi cantar.
Ouvi ele cantar e me contar que poderia voar alto, bem alto pra lá do céu.
Então fiquei a vê-lo voar bem no alto pra lá do céu.

O vi
Eu o vi voltar.
Ele voltou e pousou em minha mão, e pediu para fechar meus olhos, no mesmo instante o fiz.
Senti-me leve. Senti-me no ar.
Abro meus olhos e me vejo em um universo onde jamais estive antes, talvez fosse o lugar bem alto pra lá do céu.
De lá avisto o passarinho, e ele me gritou: voe, meu querido, voe bem alto e quando não conseguir mais, pare, mas não desça, aliás se você conseguiu chegar até tal é um mérito seu e ninguém pode tirar, mas se você descer tenha certeza que a escolha foi sua.

3 comentários:

  1. Eu bem queria ser um passarinho. Pra fugir no inverno, do frio que tanto machuca, e só voltar na primavera... quando tudo for flores.

    ResponderExcluir