segunda-feira, 6 de julho de 2009

06/07/09

Na hora que mais precisei de alguém, ninguém aparecia. Olhava para todos os cantos e nada se resolvia. Então meti a mão no bolso e notei você. Olhei fixamente para seu formato e sua cor que tanto reluzia. Por um momento te apertei e senti minha força física: você continuou intacta. Então desembrulhei, nem hesitei te olhar, preferi desfrutar do seu doce sabor.
Agora acabou,restou um pouco melado nos meus lábios, nos dedos, mas a embalagem era a única coisa intacta que continuava comigo e vai continuar comigo. Sim, o chocolate já se acabou, mas o que seria dele sem a embalagem para o manter? E é isso que vou manter sempre comigo, a nossa embalagem.

2 comentários:

  1. Medo de mim??? Tenho medo de você^^

    Rum... milagres acontecem... as coisas passam... mas no final sempre sobram algumas coisas! No seu caso uma embalagem... no meu caso... uma caixa com cartas que nunca serão enviadas ^^

    ResponderExcluir