domingo, 1 de fevereiro de 2009

Casa no campo


Ainda terei uma casa no campo, para te livrar do mal da cidade, e deixarei com que a natureza se encarregue do nosso fim, pois assim saberei que o fim chegará no tempo certo. Então, enquanto estivermos vivos, meu bem, deixemos que a brisa refresque nossas tardes de verão aquecidas não pelo calor, mas sim por nossa paixão que arde e se adentra no nosso peito insanamente, e logo logo precisaremos de muita brisa, talvez até mesmo de um tornado, porque essa paixão arde, abraseia e nos consome de uma forma jamais vista, jamais sentida, e tão pouco tão desejada.

Um comentário:

  1. Putaquepariu!!!!!!!!!! É por isso que as florestas estão pegando fogo, é muito fogo!!!! kkkkkkkkkkkkkk
    Muito massa irmão, massa mesmo!

    ResponderExcluir